Ivomax realiza o correto descarte de lâmpadas fluorescentes

Por acaso você lembra a última vez que comprou, ou viu em alguma casa, uma lâmpadas incandescentes? Pois é, este tipo de iluminação, que por muitos já fez parte das casas brasileiras, foi substituído há muitos anos pela lâmpada fluorescentes, que são mais econômicas. Mas, apesar do custo-benefício, estes objetos se não forem descartados corretamente podem prejudicar o meio ambiente e a saúde de que o manuseia. Por isso, que algumas instituições realizam o trabalho de coleta e correto descarte deste material.

Nesta entrevista a Ivomax, empresa prestadora de serviços ambientais, fala sobre o processo de descontaminação e parcerias que realiza na Bahia.      

Quando a empresa nasceu e quais serviços ambientais que a Ivomax oferece?

A IVOMAX foi fundada em Salvador em dezembro de 2004, hoje atua em todo o nordeste descontaminando lâmpadas mercuriais pelo processo “in company”.

Com relação às lâmpadas fluorescentes, quais os cuidados devem ser tomados para a realização de um descarte correto?

A lâmpada fluorescente pela sua fragilidade no momento que é substituída deve ser embalada de forma a evitar a sua quebra e entregue nos “eco pontos”, ou nos pontos de venda.

A Ivomax tem pontos de coletas para lâmpadas fluorescentes? Quais são?

Sazonalmente a IVOMAX firma parceria com um ou outro cliente que passam a receber as lâmpadas inservíveis. Hoje, por exemplo, nossa parceria é com a Ferreira Costa na Paralela e estamos em faze de negociação com um grande Shopping em Salvador. Porém a coleta será destinada apenas aos geradores pessoa física.

Como a Ivomax realiza a coleta e descarte de lâmpadas?

A IVOMAX opera a descontaminação “in company”. Uma Unidade Vácuo Filtrante Móvel (UFVM), conduzida por um veículo de pequeno porte vai ate o endereço do cliente e lá os Técnicos realizam o processo de descontaminação. Os resíduos gerados (vidro, alumínio e pó de fosfato) são trazidos e armazenados em nosso galpão, o vapor de mercúrio permanece retido em um filtro blindado de carvão ativado, aguardando para posterior envio a fornecedor qualificado.

Existe algum valor comercial embutido nas descontaminações?

Os resíduos de lâmpadas mercuriais (fluorescentes, compacta, mista, vapor de sódio, vapor de mercúrio, etc), não tem valor comercial e sua descontaminação requer equipamentos e técnicos especializados, obtenção e manutenção de licença junto a órgãos federais, estaduais e municipais, além do descarte ambientalmente correto dos resíduos gerados no citado processo. Todos estes custos são coberto pelos gerados dos resíduos, razão porque apenas 6% das 200 milhões de lâmpadas consumidas no pais, tem sua destinação ambientalmente corretas.

Existe alguma lei que regulamenta a coleta deste material?

Encontra-se em tramitação a solução para as pessoas físicas, que é a implantação da “LOGÍSTICA REVERSA”, cujo Acordo Setorial, já assinado entre o Governo e os Importadores, Fabricante e Comerciantes, prevê a instalação de “eco pontos” e a recepção das mesmas pelos varejistas, em todas as grandes cidades do Brasil e campanhas institucionais e educativas. A intenção é ampliar a quantidade de lâmpadas com destinação ambientalmente correta.

Se uma empresa, ou instituição desejar fazer uma campanha de descarte de lâmpadas com a ajuda da Ivomax como ela deve proceder?

Através do nosso site: www.ivomax.com.br é possível não só conhecer o nosso processo, como obter todos os meio de contato como  acessar a nossa documentação legal.

Comments

comments

Posted by Joseane Rosa

This article has 2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *