Comunidade de Startup baiana promove empreendedorismo

Já ouviu falar no Vale do Silício? Esta é uma Comunidade de Startups mais famosas do mundo. Instalada na Califórnia, Estados Unidos, o Vale é referência em inovação tanto tecnológica quanto científica. Tomando como referência esse ecossistema, muitos países têm criado seus próprios “Vales” e desenvolvidos estratégias para o desenvolvimento de suas regiões.

Como a Bahia não gosta de ficar por fora de nada relacionado a inovação, resolveu cria sua própria comunidade. Assim, nasceu no ano passado a Acarajé Valley. Nesta entrevista Danilo Caetano, fundador do ecossistema, falou sobre a criação e como anda o mercado de startups na região.      

 

INNOVO- O que é um Ecossistema de Startup e qual a importância de uma comunidade como esta na Bahia?

Danilo- Um Ecossistema de Startup, em termos, é uma região geográfica com grande número de empresas empreendedoras em tecnologia, startups, empresas recém-criadas a partir de ideias inovadoras, agrupamentos locais de empresas de tecnologia em estágio inicial. Uma comunidade destas na Bahia é importante para gerar o crescimento coletivo e atrair grandes eventos, investidores, empresas e outros fatores que somos carentes. Isso impacta de forma super positiva para todos nós, inclusive no nosso estado que possui grande capacidade de geração de valores.

 

INNOVO- O que é Acarajé Valley e como surgiu a iniciativa?

Danilo- A comunidade Acarajé Valley surgiu da demanda de não termos algo consolidado no nosso estado quando se falava em empreendedorismo tecnológico e startups. A nossa proposta não é segmentar o mercado, pelo contrário, reunir todo o ecossistema e promover a melhoria contínua para todos no conceito de comunidade.

INNOVO- Qual o objetivo da comunidade e quais ações vocês desenvolvem?

Danilo- Nosso objetivo é conectar e fomentar o empreendedorismo, inovação, tecnologia de forma coletiva e colaborativa. As ações que fazemos são os eventos e assessorias. Mas aos poucos estamos ganhando um corpo maior para podermos expandir as nossas atividades.

 

INNOVO- Como vocês realizaram a mobilização das pessoas para participarem da Acarajé Valley?

Danilo- Através das redes sociais e o boca a boca. Nosso meio mais forte é a tecnologia.

 

INNOVO- Qual o cenário de desenvolvimento das startups na Bahia e como elas afetam os negócios na região?

Danilo- Atualmente o cenário de startups propriamente dito na Bahia encontra-se tímido. Muitas pessoas ainda não conhecem ao certo ou desconhecem o termo. Por se tratarem de negócios em crescimento e com potencial de se tornarem grandes empresas, eles podem impactar na região de forma positiva com o surgimento de novas demandas e soluções.

 

INNOVO- Como você enxerga a discussão sobre empreendedorismo e startup no nosso estado e como a Acarajé Valleypode contribuir para o debate?

Danilo- Percebemos de algum tempo pra cá o crescimento de eventos e ações sobre empreendedorismo e startup. Estamos crescendo aos poucos, não é uma coisa fácil para a nossa cultura. A Acarajé Valley tenta quebrar essas barreiras levando o que há de melhor no assunto para a disseminação e crescimento do ecossistema empreendedor.

 

INNOVO- Por falta de conhecimento algumas startups acabam fechando com pouco tempo de vida. Como a comunidade pretende trabalhar para diminuir o número de empresas que abrem falência?

Danilo- Por falta de conhecimento ou por outros fatores, uma startup acaba não decolando. Isto é bastante comum neste universo. Pensando nisso, nossa posição para ajudar a diminuir essas ocorrências é a realização, com a ajuda da comunidade, de meetupsworkshops, assessorias e outros projetos dentro da Acarajé Valley.

 

INNOVO- Há pouco tempo a comunidade realizou seu primeiro meetup. O que foi discutido no evento? E como foi a recepção dos envolvidos?

Danilo- Verdade. No nosso primeiro meetup a tematica foi experiencias de liderança, onde colocamos em discursão com as pessoas presentes as experiencias vividas por cada uma. Contamos com segmentos diversos do mercado, desde jovens até adultos com larga experiência. A recepção foi ótima, todos ficaram lisonjeados com a iniciativa da Acarajé Valley em promover encontros que fortalecam e conectem pessoas com desejos em comum.

 

INNOVO- Quais as perspectivas para o futuro?

Danilo- Perspectivas para o futuro são várias. Mas atualmente dentro do futuro próximo, nossos passos são promover a disseminação do conhecimento e atrair mais pessoas para o movimento. Inclusive atingir outras regiões como já fizemos em Camaçari.

Comments

comments

Posted by Joseane Rosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *